EnglishSpanishPortuguese

Nem só de praias é feita Santa Catarina, aqui também tem muita mata, cachoeira e trilhas para serem exploradas. Aqueles que gostam de se aventurar em meio a uma boa trilha podem ter certeza que não irão se decepcionar, e para aqueles que não estão acostumados, prometemos que no final de cada caminho é sempre uma energia incrível que irá revitalizar cada momento de esforço.

Algumas trilhas incríveis para você realizar estão escondidas na capital, Florianópolis, de onde o Hotel Estação 101 está localizado a 102 km, além disso toda a rodovia é asfaltada e conta com o apoio da Autopista Litoral Sul. Outras podem ser realizadas nas praias de Bombas e Bombinhas. Confira nossas dicas e lugares para você completar mais essa aventura.

Cachoeira da Solidão (Florianópolis)


Vamos começar com uma bela cachoeira para você se refrescar nesse verão e começar as férias com muita energia. A Cachoeira da Solidão está localizada na praia da Solidão em Florianópolis, e todo o seu caminho segue o curso da água. Aqui a caminhada é tranquila e dura cerca de 15 minutos até chegar na cachoeira.  

Guarda do Embaú – Prainha (Florianópolis)


A Guarda do Embaú em Florianópolis é destino certo para quem procura um lugar com uma paisagem incrível, e neste caminho existe uma trilha que você deve fazer quando visitar o local. São apenas 20 minutos de caminhada, com saída do lado esquerdo da Guarda do Embaú, que passa pelo costão com pedras enormes e uma vista maravilhosa para o mar. Uma das dicas para esse passeio é levar o seu próprio lanche, água e protetor solar, a Prainha não tem vendedores ambulantes ou quiosques.

Trilha da Galheta (Bombas)


As cidades de Bombas e Bombinhas também são cercadas de uma vegetação preservada, se você estiver visitando o litoral não pode deixar de conferir algumas paisagens que as trilhas nessas cidades oferecem. Como é o caso da Trilha da Galheta, em Bombas, essa trilha é tema de uma das lendas da cidade. Logo no início da trilha existe uma gruta de pedra que é conhecida na região como “Oratório”, dizem que os piratas escondiam os seus tesouros ali, e que podiam ver luzes que saiam desse lugar, que acreditavam que fossem as almas dos piratas, que ainda guardavam seus tesouros.

Esta trilha é caracterizada como circular porque permite o retorno ao ponto de partida, sem repetir o percurso. Para quem não está acostumado com esse tipo de aventura, essa trilha pode exigir um certo esforço físico, já que sua duração, de ida e volta é de três a cinco horas.

Trilha do Morro do Macaco (Canto Grande)


Uma das mais famosas trilhas da nossa região é a trilha do Morro do Macaco, no Canto Grande. O caminho é simples e fácil, e o visual é espetacular. Quem chega no final da trilha, no topo do morro pode conferir a vista aérea das ilhas, da Baia de Canto Grande e de Mariscal. A duração desta trilha é de duas horas, ida e volta.

Share via
Copy link