EnglishSpanishPortuguese

A revista Forbes desenvolveu uma lista dos bilionários de 2016, onde 66 nomes tem menos de 40 anos. Nem todos fizeram suas fortunas sozinhos, uma parte é herança,porém esses jovens souberam administrar suas fortunas fazendo com que se multiplicassem.

 

Separamos quatro nomes importantes e curiosidades sobre eles para servir de inspiração. Esses jovens listados construíram seus patrimônios de pelo menos 1 bilhão de dólares (por conta própria).

 

1. Bobby Murphy – Snapchat

 

Idade: 27 anos
Fortuna: 1,8 bilhão

 

Bobby Murphy é o cofundador do Snapchat e conheceu seu parceiro de negócios Evan Spiegel na universidade de Stanford, quando estudava matemática.

 

Na companhia sua participação é avaliada em 16 bilhões de dólares após uma rodada de investimentos em 2015, é estimada em 11%.

 

foto1

 

2. Mark Zuckerberg – Facebook

 

Idade: 31 anos
Fortuna: 47 bilhões de dólares

 

O cofundador do Facebook ocupando uma posição privilegiada de 6º no ranking. No ano passado ele foi o bilionário que mais viu a sua fortuna crescer, com 11,2 bilhões de dólares adicionados.

 

Ainda em 2015 Mark tornou-se pai e em comemoração, decidiu doar os papéis da sua empresa as instituições de caridade ao longo dos anos.

 

Em 2014 a aquisição do Whatsapp contribui para sua conta bancária, ele apresenta mais de 1 bilhão de usuários cadastrados.

 

foto2

 

3. Nathan Blecharczyk – Airbnb

 

Idade: 32 anos
Fortuna: 3,3 bilhões de dólares

 

Nathan Blecharczyk é o cofundador e diretor de tecnologia do Airbnb, site para aluguel de casas, apartamentos e quartos ao redor do mundo, avaliado em 25 bilhões de dólares.
A fatia de Blecharczyk na empresa é estimada pela Forbes em 13%.

 

foto3

 

4. Ryan Graves – Uber

 

Idade: 32 anos
Fortuna: 1,5 bilhão de dólares

 

A empresa de transporte individual Uber, que compete com táxis em 58 países teve como primeiro funcionário Ryan Graves.

 

Avaliada em 62 bilhões de dólares investidos, a companhia enfrenta a resistência dos taxistas em alguns países. Mas a vontade de se espalhar é maior e ela já injetou 1 bilhão de dólares na China e na Índia, por exemplo.

 

Em 2010 ele foi contratado quando o cofundador do Uber, Travis Kalanick, postou no Twitter que precisa de um gerente de produtos e Graves respondeu prontamente. Ele já havia trabalhado na GE e estagiado no Foursquare.

 

 foto4

 Fonte e imagens: Exame

Share via
Copy link