O Clube Náutico Marcílio Dias completa esse ano 99 anos de história. Em 1919, três amigos, Gabriel Collares, Victor Emmanoel Miranda e Alyrio Gandra, fundaram o Clube Náutico Marcílio Dias. O nome é em homenagem ao bravo marinheiro morto na Guerra do Paraguai e foi aprovado com aclamação por todos. Mas não foi com o futebol que o clube começou.

O Marcílio foi o quinto clube náutico de Santa Catarina e iniciou com o remo. Mas essa foi só a primeira das atividades do novo clube. Em pouco tempo, elas foram sendo ampliadas, principalmente depois da inauguração da Praça de Esportes Dr. Hercílio Luz, em 1921, hoje conhecida por “Gigantão das Avenidas”. Começaram a  integrar também futebol, tênis, polo aquático, natação, atletismo, vôlei, basquete, futsal, handebol e outras modalidades. No início da década de 20 até a década de 30, o Marcílio até organizou um grupo teatral amador, que apresentou mais de 45 peças.

No remo, o Marcílio Dias conquistou o título estadual em 1925. Outro destaque foi o tênis. O clube venceu oito campeonatos, além de diversas taças e troféus. No polo aquático, o Marinheiro foi o precursor em Santa Catarina em 1920. Atualmente, além do futebol de campo, o clube também possui uma equipe de handebol feminino.

Desde o ano de sua fundação, há registros de jogos de futebol no Marcílio Dias, como em 21 de dezembro de 1919, quando o Marinheiro derrotou o Brusquense (atual Carlos Renaux) por 3 a 1. Em 1930, o Marcílio conquistou seu primeiro vice-campeonato catarinense, em sua primeira participação. No final dessa década, o clube também conquistou seus primeiros títulos oficiais: campeão de Itajaí em 1938 e campeão do Vale do Itajaí em 1939. O Rubro-Anil voltou a ser campeão do Vale do Itajaí em 1944 e 1946.

Na década de 1960, o Marcílio Dias se tornou uma das maiores potências do futebol do estado. De 1960 a 1962, repetiu a façanha do vice-campeonato estadual. O mesmo aconteceu em 1967. Foi vice também no Torneio Sul-Brasileiro (Taça da Legalidade) em 1962. Sua principal conquista foi o título estadual de 1963. Neste mesmo ano, o clube venceu também o Torneio Luiza Mello, que em 1983 foi reconhecida como Campeonato Catarinense pela Federação Catarinense de Futebol.

Em Itajaí, o Rubro-Anil foi cinco vezes campeão da Liga Itajaiense de Desportos (LID), em 1958, 1960, 1961, 1962, 1963, e é o clube que mais vezes conquistou a taça na categoria profissional. Em 1980, conquistou o Torneio Incentivo e em 1984 a Taça Federação Catarinense de Futebol 60 Anos, realizada em homenagem ao sezagenário da entidade. Em 1988, foi campeão da Taça Carlos Cid Renaux e, em 1989, da Taça RCE TV e da Taça Governador Pedro Ivo, todas equivalentes a turnos do campeonato estadual.

Entrando nos anos 2000, Marcílio conquistou a Copa Santa Catarina e a Recopa Sul-Brasileira em 2007. Assim como em 1999, também foi campeão da segunda divisão do Campeonato Catarinense em 2010 e 2013. Atualmente, o Marcílio segue na segunda divisão do Campeonato Catarinense e vem fazendo um ótima campanha.

Vai vir pra Itajaí ver um jogo no Gigantão das Avenidas? Se hospede no Hotel Estação 101. Aproveite e use o cupom de desconto BLOG5 e receba 5% de desconto na sua reserva. Só o Hotel Estação 101 proporciona essa comodidade a você!